ANÁLISE ECONÔMICA DE REFLORESTAMENTO EM DOIS CICLOS DE PRODUÇÃO

Autores

  • Ana Paula Barros
  • Luis Carlos Freitas
  • Matheus Lira

Palavras-chave:

Economia florestal, projeto florestal, reflorestamento

Resumo

Os reflorestamentos de eucalipto têm expandido em várias regiões do país, todavia,
tal crescimento não tem sido acompanhado sob a ótica da economia florestal. A falta
de planejamento econômico na atividade pode, portanto, comprometer a
sustentabilidade e a expansão do segmento florestal. Neste contexto, objetivou-se
com este trabalho proceder um estudo econômico de empreendimentos florestais de
eucalipto no estado da Bahia, com ênfase na produção madeireira, tomando como
referência os seguintes indicadores: Valor Presente líquido (VPL), Razão Benefício/
Custo (RB/C); Custo Médio de Produção (CMP); Valor Periódico equivalente (VPE) e
Taxa Interna de Retorno (TIR). Após determinação dos indicadores econômicos,
projetou-se um novo cenário com alterações na taxa mínima de atratividade (TMA);
valor de mercado da madeira, custo de implantação florestal e incremento médio
anual. Os cinco indicadores avaliados mostraram viabilidade para a taxa mínima de
atratividade adotada (6% a.a). Na sensibilidade, apesar da retração em alguns
parâmetros, todos os cenários mostraram atrativos.

Downloads

Publicado

2016-12-05

Como Citar

Barros, A. P. ., Freitas, L. C. ., & Lira, M. . (2016). ANÁLISE ECONÔMICA DE REFLORESTAMENTO EM DOIS CICLOS DE PRODUÇÃO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 13(24). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/993

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)