INDICADORES FLORÍSTICOS, FITOSSOCIOLÓGICOS E DE PRODUTIVIDADE EM ÁREA NATIVA DE CERRADO

Autores

  • Maria Cristina Coelho
  • Suelen Fernanda Goergen
  • Filipe Condessa
  • Yandro Ataide
  • Mauro Luiz Erpen

Palavras-chave:

diversidade, potencial madeireiro, potencial não madeireiro

Resumo

A área avaliada é de cerrado stricto sensu no município de Peixe-TO onde foram estudados parâmetros florísticos, fitossociológicos e de produtividade (volume, estoque de carbono e biomassa aéreos) com o objetivo de determinar o potencial de uso madeireiro e não madeireiro. O método utilizado foi a instalação de inventário florestal sistemático temporário sendo as variáveis analisadas: altura total (m), CAP (valores ≥ 16 cm), posição sociológica, qualidade do fuste, categorias sucessionais e identificação botânica. Para determinar a produtividade foram utilizadas equações consagradas na literatura florestal. Foram identificados 492 indivíduos arbóreos, pertencentes a 51 espécies e 25 famílias botânicas. As famílias que se destacaram em riqueza foram: Leguminosa-caesalpinoidea (107), Apocinaeceae (93), Vochysiaceae (40). As estimativas do estoque de carbono aéreo foram de 19,18 ton.ha-1 e biomassa de 38,37 ton.ha -1 . No total 79,51 % do material lenhoso (14,01 m³.ha-1) estão nas classes inferiores a 16 cm, com uso exclusivo para lenha e carvão. Com uso potencial para estaca e lapidados, estima-se um volume de 2,94 m³.ha1 (16,79% do total). Foram encontrados 3,8% de indivíduos com potencial para serraria (DAP > 31 cm). Em relação aos usos não madeireiros, verificou-se potencial das espécies para recuperação de áreas degradadas, arborização, paisagismo e ornamentação.

Downloads

Publicado

2017-06-20

Como Citar

Coelho, M. C. ., Goergen, S. F. ., Condessa, F. ., Ataide, Y. ., & Erpen, M. L. . (2017). INDICADORES FLORÍSTICOS, FITOSSOCIOLÓGICOS E DE PRODUTIVIDADE EM ÁREA NATIVA DE CERRADO. ENCICLOPEDIA BIOSFERA, 14(25). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/886

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)