EFEITO DA SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DE ALFACE CRESPA

Autores

  • Alismário Silva
  • Marilza Nascimento
  • Tamara Tanan
  • Uasley Oliveira
  • Janderson Lima

Palavras-chave:

Crescimento, Estresse salino, Qualidade da água

Resumo

Objetivou-se nesse trabalho avaliar o desenvolvimento da Alface Crespa em
diferentes níveis de salinidade em casa de vegetação. O ensaio foi desenvolvido em
ambiente protegido do Horto Florestal da Universidade Estadual de Feira de
Santana, BA, com delineamento experimental inteiramente casualizado, com seis
repetições. As plantas de alface foram submetidas a cinco níveis de concentrações
salinas (0, 2, 4, 8 e 16 dSm-1) e avaliadas quanto a altura da planta (ALT), diâmetro
do caule (DCA), número de folhas (NF), massa seca das folhas (MSF), massa seca
do caule (MSC), massa seca da raiz (MSR), massa seca total (MST) e área foliar
(AF), que apresentaram resposta linear decrescente às doses salinas, com reduções
mais acentuadas em 16 dSm-1. As plantas de alface são sensíveis a salinidade na
água de irrigação, com redução do crescimento e acúmulo de fitomassa à medida
que aumenta os níveis salinos.

Downloads

Publicado

2017-12-05

Como Citar

Silva, A. ., Nascimento, M. ., Tanan, T. ., Oliveira, U. ., & Lima, J. (2017). EFEITO DA SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DE ALFACE CRESPA . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 14(26). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/711