A UTILIZAÇÃO DA ERVA-DE-SÃO-JOÃO - Hypericum perforatum - NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO

Autores

  • Alvaro Carlos Riveros
  • Stefany Tasso
  • Tainara Cristina Urives

Palavras-chave:

Compostos bioativos Vegetais, Hypericum perforatum, Transtornos mentais

Resumo

Entre as diversas doenças que afetam o sistema nervoso de um indivíduo, a depressão ganha destaque pelas alterações fisiológicas que provoca, sendo caracterizada como doença de alta prevalência, vez que acomete milhões de indivíduos por todo o mundo. Nesse cenário, ao lado do uso de medicamentos convencionais, os medicamentos fitoterápicos têm conquistado grande espaço dentre os tratamentos, registrando-se seu amplo crescimento nas indústrias farmacêuticas. O objetivo da presente pesquisa foi o de analisar, com base na literatura cientifica, os aspectos farmacognóstico, fitoquímico e terapêutico do uso da Erva-de-São-João (Hypericum perforatum) no tratamento da depressão. Para tal, procedeu-se a uma revisão de literatura sobre o Hypericum perforatum pertencente à família da Hypericaceae, conhecido popularmente como Erva-de-São-João, uma das plantas mais antigas e estudadas com fins terapêuticos. Os dados para a produção do estudo foram coletados em bases de dados como: Scielo, PubMed, Google Acadêmico e livros de acervo pessoal. Foram observados vários estudos que apontam o uso de Hypericum perforatum com eficácia semelhante a de alguns medicamentos convencionais utilizados em casos de depressão leve e moderados, devendo haver continuidade nas investigações sobre seu potencial. Concluiu-se que a utilização do Hypericum perforatum é favorável ao tratamento da depressão.

Downloads

Publicado

2023-09-28

Como Citar

Riveros, A. C. . ., Tasso, S. ., & Urives, T. C. . (2023). A UTILIZAÇÃO DA ERVA-DE-SÃO-JOÃO - Hypericum perforatum - NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO . ENCICLOPEDIA BIOSFERA, 20(45), 27-37. Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/5678