AUTO-HEMOTERAPIA EM RATOS (Rattus norvegicus): EFEITO SOBRE O NÍVEL DO FATOR DE NECROSE TUMORAL (TNF-Α) E LEUCÓCITOS

Autores

  • Mirleide Cáo
  • Tatiane Fiorotti
  • Henrique Venial
  • Cleber Vieira
  • Lenir Porfírio

Palavras-chave:

auto-hemoterapia, citocina, sistema imune

Resumo

Com o objetivo de empregar como tratamento a técnica de auto-hemoterapia (AH) foi
identificado os níveis de proteção em animais de companhia, pela quantificação do
TNF- α em ratos submetidos a esta técnica. Os grupos experimentais consistiram de
G1: Grupo controle e G2: Grupo AH. Com as amostras de sangue obtidas dos animais
e armazenadas em tubo com anticoagulante foram utilizadas para a realização do
leucograma e a determinação dos níveis de TNF-α por meio do teste ELISA, com
plasma sanguíneo, em três momentos. Nos resultados observou-se aumento na
produção de TNF-α dentro dos grupos G1 e G2 (p<0.05). O número de monócitos
diminuiu no M3 (p=0,024) e o número de linfócitos diminuiu no M2 (p=0,018) do G2.
Com os dados obtidos neste trabalho, especula-se que a AH interfere significativamente
nos valores de linfócitos e monócitos, após uma semana da aplicação da auto- hemoterapia.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Cáo, M. ., Fiorotti, T. ., Venial, H., Vieira, C. ., & Porfírio, L. . (2021). AUTO-HEMOTERAPIA EM RATOS (Rattus norvegicus): EFEITO SOBRE O NÍVEL DO FATOR DE NECROSE TUMORAL (TNF-Α) E LEUCÓCITOS. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 18(36). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/5257