COMPARAÇÃO ENTRE PROCEDIMENTOS UTILIZADOS PARA INVENTARIAR PEQUENOS POVOAMENTOS FLORESTAIS

Autores

  • Eder Miguel
  • Christian Cabacinha
  • Rodrigo Santos
  • Wendy Ferreira
  • Fernando Ricardo Moreira

Palavras-chave:

Inventário florestal, árvore média, manejo florestal

Resumo

A quantificação do volume sólido em povoamentos florestais é imprescindível para
um adequado manejo das florestas e para a comercialização da madeira. Entretanto
os métodos de amostragem tradicionalmente utilizados nos inventários florestais são
onerosos e dispendiosos sendo de fundamental importância a utilização de métodos
rápidos e precisos, como o método da árvore média e o da árvore média
estratificada. Diante disso o objetivo deste trabalho foi comparar três métodos de
amostragem para inventariar uma pequena floresta plantada, dois baseados
somente em medições de diâmetro e o método tradicionalmente usado pelas
empresas florestais, com o volume obtido pela cubagem rigorosa. Foi utilizado um
delineamento inteiramente casualizado (DIC), onde considerou-se cada método um
tratamento. Ao término da pesquisa observou-se que os métodos de obtenção do
volume estudados não apresentaram diferenças significativas considerando o nível
de significância α= 0,05. Porém, os métodos baseados em medições somente de
diâmetros, em geral apresentaram uma tendência em superestimar o volume. Os
resultados permitiram concluir que todos os métodos forneceram estimativas
confiáveis do volume por unidade de área podendo ser usados para realização de
inventários florestais.

Downloads

Publicado

2010-03-30

Como Citar

Miguel, E. ., Cabacinha, C. ., Santos, R. ., Ferreira, W. ., & Moreira, F. R. . (2010). COMPARAÇÃO ENTRE PROCEDIMENTOS UTILIZADOS PARA INVENTARIAR PEQUENOS POVOAMENTOS FLORESTAIS. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 6(09). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4730

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>