MODELAGEM DO CRESCIMENTO MICROBIANO EM MAMÃO MINIMAMENTE PROCESSADO

Autores

  • Wilmer Edgard Peña
  • Marcela Perim
  • Salatir Rodrigues Junior
  • Schalana Reis
  • Luciano José Teixeira

Palavras-chave:

modelagem, mamão, revestimento comestível, processamento mínimo

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi modelar o efeito antimicrobiano de uma solução
conservadora composta por ácido cítrico (0 a 0,7%), ácido ascórbico (0 a 1,5%),
cloreto de cálcio (0 a 1%), e tempo de estocagem a 10ºC (0 a 14 dias), em mamão
minimamente processado com revestimento comestível de amido de mandioca. A
variável resposta foi a contagem total de micro-organismos mesófilos. Foi usado
como planejamento um desenho composto central e os dados experimentais foram
ajustados a um polinômio de segunda ordem. A análise estatística do modelo
quadrático mostrou que a contagem microbiana aumentou com o aumento do tempo
de estocagem, e diminuição das concentrações do ácido ascórbico, ácido cítrico e
cloreto de cálcio. O modelo implementado teve um R2= 0,88. Fator bias e fator exatidão foram 1,004 e 1,085, respectivamente. Conclui-se então que o modelo quadrático explicou bem os dados experimentais e que a manipulação de mais de
um fator pode ser alternativa na prevenção da deterioração microbiana de mamão
minimamente processado.

Downloads

Publicado

2011-05-31

Como Citar

Peña, W. E. ., Perim, M. ., Rodrigues Junior, S. ., Reis, S. ., & Teixeira, L. J. . (2011). MODELAGEM DO CRESCIMENTO MICROBIANO EM MAMÃO MINIMAMENTE PROCESSADO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 7(12). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4509

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>