EFICIÊNCIA DE FONTES DE SILÍCIO PARA A CULTURA DO ARROZ

Autores

  • Douglas Santos
  • Valter Antônio Silva
  • Gaspar Henrique Korndörfer
  • Juliana Cristina Silva

Palavras-chave:

Silicatos, Oryza sativa, adubação

Resumo

A adubação com minerais ricos em silício (Si) resulta em vários benefícios às
plantas, sendo que os principais estão relacionados à ação fertilizante e corretiva
das fontes silicatadas. Portanto, é necessário analisar as fontes mais promissoras e
eficientes. Visando identificar fontes eficientes quanto ao fornecimento de Si para a
cultura do arroz, foi instalado um experimento em vasos, utilizando-se um Neossolo
Quartzarênico órtico típico, em um delineamento em blocos casualizados com quatro
repetições. As fontes de Si utilizadas foram Fertisilício Máster e Fertisilício Máster
Aditivado nas doses de 200 e 400 kg ha-1 de Si. A curva de resposta foi estabelecida
pela aplicação de uma fonte padrão (Wollastonita), nas doses de 200, 400, 600 e
800 kg ha-1 de Si. Para equilibrar os valores de pH, Ca e Mg, todos os tratamentos
foram balanceados com CaCO3 e MgCO3. Após 180 dias da semeadura da cultivar
Fany, avaliou-se a produção de matéria seca da parte aérea, produção de grãos, Si
acumulado na planta e teores de Si no solo. Os teores de Si no solo aumentaram
com a aplicação de doses crescentes de Wollastonita. O arroz respondeu
positivamente às doses de Wollastonita aplicadas, quanto maior a dose, maior a
absorção e acúmulo de Si. O arroz respondeu positivamente à aplicação das fontes
Fertisilício Máster e Fertisilício Máster Aditivado, ambas incrementaram a produção
de massa seca e de grãos se equiparando à Wollastonita e superando o tratamento
testemunha.

Downloads

Publicado

2010-12-30

Como Citar

Santos, D. ., Silva, V. A. ., Korndörfer, G. H. ., & Silva, J. C. . (2010). EFICIÊNCIA DE FONTES DE SILÍCIO PARA A CULTURA DO ARROZ . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 6(11). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4354

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)