AVALIAÇÃO DO ESTADO TRÓFICO PARA O RIO CATOLÉ-BA EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO

Autores

  • Devson Paulo Gomes
  • Flavia Barros
  • Luciano Barreto
  • Raul Rosa
  • Cristiano Tagliaferri

Palavras-chave:

Eutrofização, ambientes lóticos, poluição da água

Resumo

A avaliação do grau de eutrofização em lagos e reservatórios é feita
tradicionalmente em diversos países e, em geral, a mesma metodologia para cálculo
avaliação da eutrofização nestes ambientes, também é utilizada para rios. Desta
forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o estado trófico, em diferentes
épocas e por metodologias distintas, em uma seção do rio Catolé-Ba. Para a
realização deste trabalho foram realizadas amostragens de água em diferentes
meses do ano, em um perfil transversal do rio Catolé-BA. Em cada amostra de água
coletada foram realizadas análises das concentrações de fósforo, com base nas
quais efetivou-se a classificação do nível de trofia do rio Catolé por diferentes
metodologias. De acordo com as diferentes metodologias utilizadas, e para as
diferentes épocas analisadas o rio foi classificado como supereutrófico e
hipereutrófico. A maior concentração de fósforo foi constatada no início do mês de
julho. A metodologia modificada por Toledo (1990) tende a classificar o rio, em
relação ao fósforo, em classe de trofia superior à metodologia proposta por
Lamparelli (2004).

Downloads

Publicado

2010-12-30

Como Citar

Gomes, D. P., Barros, F. ., Barreto, L., Rosa, R. ., & Tagliaferri, C. . (2010). AVALIAÇÃO DO ESTADO TRÓFICO PARA O RIO CATOLÉ-BA EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 6(11). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4313

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>