AJUSTE DE MODELO VOLUMÉTRICO E DESENVOLVIMENTO DE FATOR DE FORMA PARA PLANTIOS DE Eucalyptus grandis LOCALIZADOS NO MUNICIPIO DE RIO VERDE – GO

Autores

  • Eder Miguel
  • Luiz Fernando Canzi
  • Rogério Fernando Rufino
  • Gildomar Santos

Palavras-chave:

Volumetria, Equações de Volume, Inventário Florestal

Resumo

O referido estudo foi realizado em um povoamento de Eucalyptus grandis, que
apresenta uma densidade inicial de aproximadamente 1666 árvores por hectare,
com espaçamento de (3x2), a propriedade pertence à Cooperativa Mista dos
Produtores Rurais do Sudoeste Goiano Ltda (Fazenda Florestal II). Localizada no
município de Rio Verde no estado de Goiás. O objetivo deste trabalho foi selecionar
modelos volumétricos de simples entrada e de dupla entrada para a estimativa do
volume total, sendo cinco modelos de simples entrada e sete de dupla entrada, para
uma estimativa rápida do volume individual foi obtido o fator de forma normal. Para
adquirir a base de dados foram lançadas 19 parcelas ao acaso dentro do
povoamento. Foram abatidas 20 árvores e cubadas rigorosamente pelo método de
Hohenadl. Uma vez obtido o volume total individual de cada árvore, foram ajustados
os modelos de simples e dupla entrada. As equações volumétricas foram avaliadas
com base nos seguintes critérios para sua seleção: Coeficiente de Determinação
(R².j.), Erro Padrão da Estimativa (Syx), e Gráfico de Resíduos. Os resultados
obtidos apontaram que o modelo de Takata demonstrou ser o mais apropriado para
a estimativa do volume total para área em estudo, podendo assim ser usado para
áreas com a mesma semelhança em tratos silviculturais e pertencente à mesma
região em questão. O fator de forma médio que melhor corrige o volume do cilindro
para o volume sólido é de 0,47, valor este que pode ser utilizado para uma
estimativa rápida do volume individual ou do povoamento, onde plantios apresentam
características semelhantes.

Downloads

Publicado

2010-12-30

Como Citar

Miguel, E. ., Canzi, L. F. ., Rufino, R. F. ., & Santos, G. . (2010). AJUSTE DE MODELO VOLUMÉTRICO E DESENVOLVIMENTO DE FATOR DE FORMA PARA PLANTIOS DE Eucalyptus grandis LOCALIZADOS NO MUNICIPIO DE RIO VERDE – GO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 6(11). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4294

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>