USO DE PRODUTOS ALTERNATIVOS AOS ANTIMICROBIANOS NA AVICULTURA

Autores

  • Eliete Santana
  • Fernanda Mendes
  • Ana Caroline Barnabé
  • Fábio Henrique Oliveira
  • Maria Auxiliadora Andrade

Palavras-chave:

animais, antimicrobianos, desempenho, saúde

Resumo

A integridade intestinal das aves tem um impacto direto na eficiência de sua
produção. Sendo necessária a adoção de medidas visando aumentar a longevidade
dos enterócitos. Pois a ave gasta cerca de 20% da energia bruta consumida para
manutenção do epitélio intestinal, o que significa um elevado custo energético.
Assim, quando ocorrem lesões nesse tecido, além da redução do volume de
substrato digerido e absorvido, há ainda uma maior demanda energética para a
renovação celular. A energia que poderia estar sendo utilizada para a produção é
direcionada para o turnover celular, resultando em um menor ganho de peso e em
uma alta conversão alimentar (FRANCO, 2010). Dessa forma, a rentabilidade da
atividade avícola é diretamente afetada quando a integridade intestinal está
prejudicada. Para reduzirmos esse impacto é importante adotarmos medidas
preventivas durante todo o ciclo produtivo, dentre elas se destacam o uso de aditivos
alimentares, que visam manter o intestino íntegro. Porém, a União Européia proibiu
o uso de vários agentes antimicrobianos que antes eram utilizados na alimentação
animal como aditivos, capazes de promoverem a saúde intestinal e melhor
desempenho (AARESTRUP et al., 2010). Desse modo, a busca por produtos
alternativos aos agentes antimicrobianos tornou-se tema de estudo de empresas e
pesquisadores. Essa modulação da microbiota intestinal por estes produtos
alternativos ocorre devido os mesmos funcionarem como alimento às bactérias
intestinais benéficas, estimulando seu crescimento, cujos metabólitos atuam
reduzindo o pH através do aumento da quantidade de ácidos orgânicos presentes
nos cecos, imobilizando e também reduzindo a capacidade de fixação de bactérias
patogênicas na mucosa intestinal. Especula-se também, que estes produtos possam
atuar, estimulando o sistema imune, através da redução indireta da translocação
intestinal por patógenos, que determinariam infecções após atingir a corrente
sanguínea (KIM et al. 2011). Outro efeito da suplementação alimentar com estes
produtos é o desenvolvimento do intestino, aumentando a altura dos vilos nos
diferentes segmentos intestinais das aves, determinando aumento do ganho de peso
(SANTIN, 2001). Considerando todos estes aspectos, buscou-se realizar uma
revisão sobre os principais produtos alternativos aos antimicrobianos utilizados na
produção avícola.

Downloads

Publicado

2011-11-14

Como Citar

Santana, E. ., Mendes, F. ., Barnabé, A. C. ., Oliveira, F. H. ., & Andrade, M. A. . (2011). USO DE PRODUTOS ALTERNATIVOS AOS ANTIMICROBIANOS NA AVICULTURA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 7(13). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4186

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>