ESTUDO DA CINÉTICA DE EXTRAÇÃO ALCOOLICA DO PROCESSAMENTO DO LICOR DE ABACAXI

Autores

  • Lívia Simões
  • Luciano José Teixeira
  • Sérgio Saraiva
  • Mateus Junqueira
  • Joel Camilo Carneiro

Palavras-chave:

processamento de frutas, bebidas alcóolicas, abacaxi, licor, extração alcóolica

Resumo

A produção artesanal de licores mostra-se capaz de agregar valor à produção,
contornar problemas relacionados à comercialização de produtos perecíveis e com
aspectos visuais de tamanho e formas inferiores, entretanto com excelente valor
nutricional. Isso pode proporcionar um aumento da renda familiar rural e ir ao
encontro das políticas públicas que tem como finalidade ampliar os recursos
aplicados na agricultura familiar. O licor é um produto que, se for processado de
maneira adequada, apresenta uma extensa vida de prateleira e pode ser
armazenado à temperatura ambiente. Esta é uma bebida composta por uma fonte
alcoólica, uma fonte de sabor e uma fonte de açúcar e o seu processamento
consiste em misturar proporções adequadas dos ingredientes citados. O presente
trabalho objetivou analisar o tempo de extração dos componentes desejáveis do
abacaxi para o processamento de licor de abacaxi. Realizou-se análises físicoquímicas de pH, sólidos solúveis e absorbância, em intervalos pré definidos com o intuito de estabelecer a cinética de extração para definir o tempo mínimo de
maceração e qual a melhor para estimá-lo. O tempo de oito dias foi suficiente para
concluir a extração.

Downloads

Publicado

2011-11-14

Como Citar

Simões, L. ., Teixeira, L. J. ., Saraiva, S. ., Junqueira, M. ., & Carneiro, J. C. . (2011). ESTUDO DA CINÉTICA DE EXTRAÇÃO ALCOOLICA DO PROCESSAMENTO DO LICOR DE ABACAXI . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 7(13). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4139

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>