INCLUSÃO: CRIANÇA AUTISTA INGRESSANDO NO ENSINO INFANTIL

Autores

  • Sueli Alves
  • Walter Dias Júnior

Palavras-chave:

Diversidade, Inclusão, Necessidades educativas especiais, Práticas inclusivas, Escola inclusiva

Resumo

Um dos princípios da inclusão é o respeito das diferenças, desse modo temos que
entender que na prática educacional existe a singularidade dos educandos. Fazendo do
espaço escolar um lugar de experiências coletivas, devemos considerar as atitudes
éticas do grupo e suas individualidades, promovendo mudanças significativas nos
processos sociais. Para que ocorra um sistema educacional inclusivo deve ser
necessário investir na formação de professores aprofundando os questionamentos de
como realizar a prática escolar, propondo mudanças, novas práticas pedagógicas que
auxiliem e ofereçam outra forma de cognição e, consequentemente, outras formas de
relações sociais. Com o objetivo de contribuir para reduzir, os casos de exclusão dos
alunos com necessidades especiais na escola pública, este trabalho consistiu na
análise de um aluno com transtorno de espectro autista inserido na educação infantil,
suas dificuldades e avanços durante o período trabalhado, a pedagogia empregada
pelo professor na construção do espaço escolar, buscando explicitar se a maneira
como este foi e ainda é construído e organizado, e se propicia a marginalização ou a
inclusão social dos indivíduos com deficiência mental. O processo de inclusão vem, a
cada ano, sendo evidenciado como um direito de todos a participar da vida escolar sem
discriminação, dessa forma, todos devem aderir à escola inclusiva promovendo uma
escola com qualidade.

Downloads

Publicado

2011-11-30

Como Citar

Alves, S., & Dias Júnior, W. . (2011). INCLUSÃO: CRIANÇA AUTISTA INGRESSANDO NO ENSINO INFANTIL . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 7(13). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/4065