INTERAÇÃO DOS MEDICAMENTOS GLIBENCLAMIDA E FUROSEMIDA EM PACIENTE COM HIPERTENSÃO E DIABETES – RELATO E ESTUDO DE CASO CLÍNICO

Autores

  • Danielle Vieira
  • Júlia Bonfim
  • Heberth Paula
  • Fabiano Santiliano
  • Bethânia Almeida

Palavras-chave:

Glibenclamida, furosemida, diabetes, hipertensão

Resumo

A Hipertensão Arterial e o Diabetes Mellitus são responsáveis pelas maiores
taxas de morbidade e mortalidade da população de todo mundo, apresentando altas
prevalências que geram um alto custo social e financeiro. Para tratamento e controle
dessas doenças, os pacientes utilizam medicamentos, principalmente de
administração oral que podem gerar interações medicamentosas desejáveis ou
indesejáveis e/ou intoxicações devido à utilização excessiva dos medicamentos por
descuido (negligência, esquecimento), identificação confusa do medicamento, via
incorreta de administração e o armazenamento impróprio. Assim sendo, torna-se
indispensável o trabalho em equipe multidisciplinar com recursos para identificar de
imediato a severidade da interação, e aptos a descrever o resultado das potenciais
interações e sugerir apropriadas intervenções bem como influenciar a adesão ao uso
adequado de medicamentos para evitar possíveis intoxicações.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

Vieira, D. ., Bonfim, J. ., Paula, H. ., Santiliano, F. ., & Almeida, B. . (2012). INTERAÇÃO DOS MEDICAMENTOS GLIBENCLAMIDA E FUROSEMIDA EM PACIENTE COM HIPERTENSÃO E DIABETES – RELATO E ESTUDO DE CASO CLÍNICO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(14). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3978

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)