CORRELAÇÕES ENTRE CARACTERÍSTICAS MORFO-AGRONÔMICAS DE ACESSOS DE MAMOEIRO

Autores

  • Jeferson Ferreira
  • Omar Schmildt
  • Edilson Schmildt
  • Welton Piantavinha
  • Laercio Cattaneo

Palavras-chave:

Carica papaya L., correlação genotípica, correlação canônica, banco de germoplasma

Resumo

O estudo de correlações é de extrema importância nos trabalhos de melhoramento
de plantas, especialmente quando características de fácil mensuração se
correlacionam em alta magnitude com características de difícil mensuração. O
objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre diversas características morfoagronômicas do mamoeiro por meio de estimativas de correlações genéticas, bem
como correlações canônicas entre características primárias de produção com
características vegetativas das plantas e com características dos frutos. As
características foram avaliadas em plantas de 44 acessos de mamoeiro aos 20
meses de idade, conduzidas em delineamento em blocos ao acaso com duas
repetições. Pelos resultados obtidos, conclui-se que: a correlação genotípica foi
significativa para grande parte das características morfo-agronômicas estudadas, e,
a correlação canônica complementou o entendimento das relações entre
características primárias e vegetativas das plantas e também entre características
primárias de produção e características dos frutos; o aumento da massa de frutos é
conseguido com aumento do diâmetro do caule e do tamanho do painel, bem como
com aumento do comprimento dos frutos e da espessura menor da polpa; o
aumento do número de frutos pode ser alcançado com aumento do diâmetro da
copa das plantas e com a diminuição da altura das plantas, bem como com aumento
do diâmetro dos frutos e diminuição do comprimento dos frutos.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

Ferreira, J. ., Schmildt, O. ., Schmildt, E., Piantavinha, W. ., & Cattaneo, L. . (2012). CORRELAÇÕES ENTRE CARACTERÍSTICAS MORFO-AGRONÔMICAS DE ACESSOS DE MAMOEIRO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(14). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3856