TENDÊNCIA CLIMÁTICA DE AUMENTO DA TEMPERATURA MÍNIMA E DA PRESSÃO DE SATURAÇÀO DO VAPOR D’ÁGUA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL

Autores

  • Rafael Delgado
  • Leonardo Souza
  • Rafael Rodrigues
  • Evandro Oliveira
  • Roziane Santos

Palavras-chave:

oscilações climáticas, aumento da temperatura do ar, pressão de saturação do vapor d’ água

Resumo

Nos últimos anos, tem-se observado uma discussão sobre a possibilidade de
aquecimento global devido à emissão de gases de efeito-estufa pelas atividades
antrópicas. Os objetivos gerais deste trabalho foram: calcular a pressão de
saturação do vapor d’água através da temperatura mínima do ar e analisá-la
temporalmente utilizando três estações meteorológicas convencionais do Instituto
Nacional de Meteorologia (INMET) sendo: Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Rio Branco,
ambas localizadas no Estado do Acre. Os resultados encontrados para os últimos 20
anos de dados analisados de 1990 a 2010 mostraram um aumento da temperatura
mínima do ar de 0,11ºC e 0,07ºC para Cruzeiro do Sul e Rio Branco
respectivamente. A pressão de saturação do vapor d’água teve aumento para os
últimos dez anos (2000-2010) de 0,17hPa para Cruzeiro do Sul, 0,05hPa para
Tarauacá e 0,11hPa para Rio Branco. Os dados analisados em 39 anos de
temperatura mínima e pressão de saturação do vapor d’água do ar evidenciaram um
padrão de aumento significativo para ambas estações, porém, as intensidades em
Cruzeiro do Sul e Rio Branco foram maiores.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Delgado, R. ., Souza, L., Rodrigues, R. ., Oliveira, E. ., & Santos, R. . (2012). TENDÊNCIA CLIMÁTICA DE AUMENTO DA TEMPERATURA MÍNIMA E DA PRESSÃO DE SATURAÇÀO DO VAPOR D’ÁGUA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3817

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>