O PROCESSO DE ARTICULAÇÃO DE CLÁUSULAS EM INTERFACE COM A TEORIA DA ESTRUTURA RETÓRICA DO TEXTO

Autores

  • Arlete Nepomuceno
  • Maria Ieda Muniz
  • Ana Clara Meira

Palavras-chave:

Teoria da Estrutura Retórica dos Textos, combinação de cláusulas, funcionalismo

Resumo

O estudo empreendido busca investigar a combinação de cláusulas na mídia
publicitária, partindo da hipótese de que o modo pelo qual as cláusulas se combinam
podem diferir de acordo com o gênero textual a que se prestam. A análise
qualitativo-interpretativa apoia-se nos construtos teóricos funcionalistas, mais
especificamente na Teoria da Estrutura Retórica dos Textos, advogada por MANN &
THOMPSON (1983, 1985), MATTHIESSEN & THOMPSON (1988), entre outros.
Objetiva-se verificar as relações implícitas emergentes, bem como de que forma o
gênero anúncio publicitário influencia no uso dessas cláusulas. Nesse viés, como
resultados parciais, nota-se que a relação retórica predominante no corpus é a de
motivação, estando ligada à persuasão, característica marcante na argumentação
de anúncios publicitários, a qual figura como uma estratégia criativa utilizada pelo
produtor para organizar funcionalmente o seu discurso. Chega-se a conclusão
parcial de que o estudo dessas cláusulas permite considerar e detectar motivações
que concorrem para que uma cláusula seja o que é e se comporte e se represente
como tal.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Nepomuceno, A. ., Muniz, M. I. ., & Meira, A. C. . (2012). O PROCESSO DE ARTICULAÇÃO DE CLÁUSULAS EM INTERFACE COM A TEORIA DA ESTRUTURA RETÓRICA DO TEXTO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3781