MUDANÇAS CLIMÁTICAS E O FITOPLÂNCTON MARINHO: UMA REVISÃO

Autores

  • Simone Vianna
  • Carlos Roberto Sanquetta

Palavras-chave:

mudanças climáticas, fitoplâncton marinho, impactos, respostas

Resumo

Uma revisão bibliográfica de artigos nacionais e internacionais foi realizada
objetivando avaliar os principais impactos e respostas provocadas pelas mudanças
climáticas sobre o fitoplâncton marinho. Compreender como o ambiente marinho é
afetado pelas alterações ambientais é fundamental, pois os oceanos são
responsáveis pela absorção de mais de 80% do calor adicionado ao clima. O
fitoplâncton, além de bioindicador ambiental, é a base da cadeia alimentar e
quaisquer alterações em sua composição ou abundância podem provocar graves
consequências para os demais níveis tróficos, inclusive o homem. Dentre os
impactos no ambiente marinho, observa-se o aquecimento da superfície da água do
mar, provocando a estratificação da coluna de água e impedindo a ciclagem dos
nutrientes; o aumento da temperatura atmosférica, favorecendo maiores índices de
precipitação, o derretimento das geleiras e o aumento do nível do mar; a acidificação
e a desoxigenação da água do mar. As respostas do fitoplâncton às mudanças
climáticas compreendem alterações na taxa de crescimento, mudanças na
composição específica e distribuição biogeográfica das espécies, maior risco de
ocorrência de florações nocivas e de bioinvasões, dentre outras. Apesar de
crescente o número de publicações sobre mudanças climáticas nos últimos anos,
muitas são as incertezas sobre a real extensão desses impactos e quais outras
ameaças podem decorrer das mudanças climáticas sobre o fitoplâncton marinho.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Vianna, S. ., & Sanquetta, C. R. . (2012). MUDANÇAS CLIMÁTICAS E O FITOPLÂNCTON MARINHO: UMA REVISÃO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3753

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 > >>