TOXEMIA DA PRENHEZ RELACIONADA À GESTAÇÃO MÚLTIPLA PATOLÓGICA EM OVELHA

Autores

  • Rosiane Turci
  • André Luiz Gil
  • Nereu Carlos Prestes
  • Luciana Leal

Palavras-chave:

Acetonemia, Prenhez, Ovina

Resumo

A toxemia da prenhez acomete fêmeas gestantes no terço final da gestação e, na
grande maioria das vezes, de fetos múltiplos caracterizando sua relação com a
gestação múltipla patológica, pois, nesta situação, a demanda energética sobre a
fêmea é muito grande. A toxemia da prenhez se desenvolve a partir de um balanço
energético negativo e da consequente mobilização de lipídeos. Os ácidos graxos
produzidos são direcionados ao fígado para serem oxidados via ciclo ácido e para
produzirem energia ocasionando a acetonemia. Este trabalho descreve o caso de
uma ovelha atendida no Hospital Veterinário da Universidade Paranaense –
UNIPAR, Campus II – Umuarama/PR com gestação múltipla patológica de quatro
cordeiros e consequente toxemia da prenhez.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Turci, R. ., Gil, A. L. ., Prestes, N. C. ., & Leal, L. . (2012). TOXEMIA DA PRENHEZ RELACIONADA À GESTAÇÃO MÚLTIPLA PATOLÓGICA EM OVELHA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3729

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>