SELETIVIDADE E SUSCETIBILIDADE DE Trichogramma pretiosum RILEY (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE) A NANOPARTÍCULAS DE PRATA EM SOLUÇÕES COLOIDAIS NO HOSPEDEIRO Anagastha kuehniella (ZELLER) (LEPIDOPTERA: PYRALIDAE)

Autores

  • Débora Melo
  • Vitor Zuim
  • Amanda Carlos Túler
  • Hugo Zago
  • Dirceu Pratissoli

Palavras-chave:

Inseticidas, Parasitoides, Toxicidade, Microhimenópteros, Seletividade fisiológica

Resumo

Os efeitos do produto a base de colóides de prata em ovos de Anagasta
kuehniella sobre a capacidade de parasitismo de Trichogramma pretiosum foram
avaliados em laboratório. A concentração utilizada foi de 1000 mL de prata coloidal
para 500L de água + 0,05% de espalhante adesivo (Tween® 80), tendo como
testemunhas, água + tween. Para realização do experimento 15 fêmeas de
Trichogramma (idade 0-24 horas) por tratamento com até 24 horas de emergência
foram individualizadas em eppendorf (2 mL) contendo uma gotícula de mel nas
paredes internas. Cartelas de cartolina azul celeste, contendo 20 ovos dos
hospedeiros colados por meio de goma arábica a 20% foram confeccionadas, sendo
que os ovos de A. kuehniella foram inviabilizados por exposição à lâmpada
germicida por 50 minutos. Os tratamentos foram: seletividade 24 horas,
suscetibilidade 0-24 horas (ovo-larva), suscetibilidade 72- 96 horas (pré-pupa) e
suscetibilidade 168-196 horas (pupa). O produto a base de colóides de prata não foi
seletivo ao parasitismo de T. pretiosum em ovos de A. kuehniella, sendo este
parasitoide suscetível ao produto nas fases de pupa-adulto.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Melo, D. ., Zuim, V. ., Túler, A. C. ., Zago, H. ., & Pratissoli, D. . (2012). SELETIVIDADE E SUSCETIBILIDADE DE Trichogramma pretiosum RILEY (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE) A NANOPARTÍCULAS DE PRATA EM SOLUÇÕES COLOIDAIS NO HOSPEDEIRO Anagastha kuehniella (ZELLER) (LEPIDOPTERA: PYRALIDAE). ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3725