QUALIDADE FÍSICA E FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE ABÓBORA VARIEDADE JACAREZINHO

Autores

  • Séphora Silva
  • José Carlos Lopes

Palavras-chave:

Curcubita moschata, germinação, vigor, envehecimento acelerado

Resumo

A qualidade fisiológica da semente é avaliada por dois parâmetros fundamentais:
viabilidade e vigor. O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade física e fisiológica
de sementes de abobora (Curcubita moschata D. var. Jacarezinho) por diferentes
testes. Lotes diferentes de sementes de abóboras foram selecionados e avaliados
as características físicas e fisiológicas das sementes. As avaliações foram: peso do
fruto; altura do fruto; diâmetro do fruto; espessura da polpa; número de sementes
por fruto e o peso das sementes por fruto. Também foi avaliado: grau de umidade;
tamanho das sementes; massa de mil sementes; porcentagem de germinação;
porcentagem de plântulas anormais, semente dura e morta; frequência de
germinação; tempo médio de germinação; porcentagem de plantas infectadas por
fungos; índice de velocidade de germinação; comprimento e massa fresca e seca
das plântulas; envelhecimento acelerado; pH e condutividade elétrica da solução de
embebição. O experimento foi estabelecido em delineamento inteiramente
casualizado (DIC), contendo quatro lotes de quarto repetições de 25 sementes. Os
resultados demonstraram que o teste de envelhecimento acelerado na temperatura
de 43 °C por 72 horas favoreceu ao aumento de semen tes não germinadas, plantas
anormais e plantas infectadas. O lote B é o mais vigoroso e o lote de sementes
comercializadas apresenta o menor vigor. Os frutos e sementes avaliados estão
dentro do padrão de comercialização.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Silva, S. ., & Lopes, J. C. . (2012). QUALIDADE FÍSICA E FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE ABÓBORA VARIEDADE JACAREZINHO . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3717

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>