QUALIDADE BACTERIOLÓGICA DE CACHARAS (Pseudoplatystoma fasciatum) PROVENIENTES DE PISCICULTURA

Autores

  • Daniel Ritter
  • Marilu Lanzarin
  • Cássia Mello
  • Edivaldo Almeida Filho

Palavras-chave:

Peixe, Salmonella spp., Listeria monocytogenes, Aeromonas spp.

Resumo

Este trabalho teve como objetivo verificar a qualidade higiênico-sanitária de
cacharas (Pseudoplatystoma fasciatum) provenientes de piscicultura através do
isolamento e identificação de Listeria monocytogenes e bactérias do gênero
Salmonella spp., quantificação de bactérias do gênero Aeromonas spp. e de
bactérias heterotróficas aeróbias mesófilas. Foram utilizados 30 exemplares, não
eviscerados, provenientes de três pisciculturas do estado de Mato Grosso, os quais
foram abatidos por hipotermia e acondicionados em sacos de polietileno estéreis,
dentro de caixa isotérmica contendo gelo (2:1), e a seguir encaminhados ao
Laboratório de Higiene e Tecnologia de Pescado da Universidade Federal de Mato
Grosso onde foram realizadas as análises bacteriológicas. Não foram isoladas
bactérias do gênero Salmonella spp nem da espécie Listeria monocytogenes. A
contagem de bactérias do gênero Aeromonas spp. variou de 3,94 a 6,55 log UFC/g,
enquanto que a contagem de bactérias heterotróficas aeróbias mesófilas variou de
5,30 a 8,47 log UFC/g.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Ritter, D. ., Lanzarin, M. ., Mello, C. ., & Almeida Filho, E. . (2012). QUALIDADE BACTERIOLÓGICA DE CACHARAS (Pseudoplatystoma fasciatum) PROVENIENTES DE PISCICULTURA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3715