PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE SEMENTES DE FEIJÃO CULTIVADO COM DIFERENTES FONTES E MANEJOS DE NITROGÊNIO

Autores

  • Crislaine Suzana
  • Genésio Rosa
  • Márcia Gabriel
  • Patricia Migliorini
  • Fabiéli Rosa

Palavras-chave:

Phaseolus vulgaris L., germinação, vigor, rendimento

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta do feijoeiro quanto aos
componentes do rendimento e a qualidade fisiológica das sementes produzidas,
sobre diferentes fontes e manejos de aplicação de nitrogênio. O experimento foi
dividido em duas fazes, uma de campo e outra de laboratório, conduzidos na
Universidade Federal de Santa Maria, campus de Frederico Westphalen. O
delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em esquema fatorial 2
x 3, onde o primeiro fator corresponde ao manejo: adubação na semeadura e ½
semeadura + ½ em cobertura e o segundo fator corresponde as fontes de N sendo
(ausência de adubação nitrogenada, adubação química através do uso de uréia e
adubação orgânica com o uso de dejeto líquido de suínos - DLS) com quatro
repetições. Foram realizadas avaliações das características agronômicas e
qualidade fisiológica das sementes pelos testes de germinação e vigor (primeira
contagem, condutividade elétrica, desempenho de plântulas e envelhecimento
acelerado). Verificou-se que aplicação de N mineral demonstrou ser a melhor opção
como fonte de N para o feijão sobre o desenvolvimento das características
agronômicas. Quanto à qualidade fisiológica das sementes N mineral apresentou
efeito favorável sobre as sementes produzidas, sendo que o manejo de aplicação
não influenciou a qualidade das sementes.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Suzana, C. ., Rosa, G. ., Gabriel, M. ., Migliorini, P. ., & Rosa, F. (2012). PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE SEMENTES DE FEIJÃO CULTIVADO COM DIFERENTES FONTES E MANEJOS DE NITROGÊNIO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3712