PRODUÇÃO DO MARACUJAZEIRO AMARELO SOB DIFERENTES SISTEMAS DE CONDUÇÃO

Autores

  • Heliomar Melo Júnior
  • Paulo Roberto Alves
  • Berildo Melo
  • Ivaniele Duarte
  • Letícia Teixeira

Palavras-chave:

Densidades de plantio, espaçamentos, espaldeiras, frutos, maracujazeiro

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de duas densidades de plantio, combinadas
a quatro alturas de espaldeiras na produção do maracujazeiro amarelo. O experimento
foi instalado e conduzido no Setor de Fruticultura da Fazenda Experimental Água Limpa
do Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Uberlândia, em Uberlândia
– MG. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema
fatorial 2 x 4, com oito tratamentos e três repetições. Os tratamentos constituíram-se de
dois diferentes espaçamentos na linha de plantio (2,5 e 5,0 metros) e quatro alturas de
espaldeiras (2,0; 2,5; 3,0 e 3,5 m). O espaçamento entre as linhas foi de 3,5 m em
todos os tratamentos. Cada parcela apresentava 18,0 m de comprimento por 3,5 m de
largura (63 m²). O plantio foi realizado em março de 2009, e a colheita, a partir de
dezembro de 2009, estendendo-se até abril de 2010. A maior produção foi obtida no
espaçamento de 2,5 m entre as plantas na linha de plantio com espaldeiras de três
metros de altura, e o maior número de frutos foi obtido no espaçamento de cinco metros
entre as plantas com espaldeiras de três metros de altura. Os tratamentos não
comprometeram a qualidade dos frutos.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Melo Júnior, H. ., Alves, P. R. ., Melo, B., Duarte, I. ., & Teixeira, L. . (2012). PRODUÇÃO DO MARACUJAZEIRO AMARELO SOB DIFERENTES SISTEMAS DE CONDUÇÃO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3710

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>