EVOLUÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL DO CAFÉ NO ESTADO DE MINAS GERAIS POR MEIO DO CLASSIFICADOR ÁRVORE DE DECISÃO

Autores

  • Rafael Delgado
  • Gilberto Sediyama
  • Evaldo Lima
  • Evandro Oliveira
  • Rafael Rodrigues

Palavras-chave:

Classificação espectral, área plantada, Landsat 5

Resumo

Neste trabalho realizou-se a classificação espectral da área plantada de café por
meio do classificador árvore de decisão (AD), onde analisou-se a influência do clima
e relevo. Para a classificação espectral das áreas plantadas, empregou-se o
algoritmo AD e produtos do sensor TM, a bordo do satélite Landsat-5. A
classificação espectral por meio do algoritmo AD mostrou que, as imagens de
sensoriamento remoto obtida pelo satélite Landsat-5, em anos diferentes e épocas
distintas, permitem mapear as áreas ocupadas com a cultura do café no Estado de
Minas Gerais. Os valores das áreas plantadas, estimadas pelo algoritmo AD,
apresentaram boa correlação com os valores observados pelo Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE), porém houve uma tendência de superestimativa para
os anos de 1995 e 2000 com Viés Médio (VM) de 4596,96 e 13689,14 ha,
respectivamente. Entretanto, nos anos de 1990 e 2005 ocorreu subestimativa dos
resultados de área plantada, com valores, respectivamente, de -255,51 e -4433,39
ha. Ao comparar as áreas plantadas estimadas via AD com os dados do IBGE,
verificou-se que os valores de AD foram compatíveis com a literatura.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Delgado, R. ., Sediyama, G. ., Lima, E. ., Oliveira, E. ., & Rodrigues, R. . (2012). EVOLUÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL DO CAFÉ NO ESTADO DE MINAS GERAIS POR MEIO DO CLASSIFICADOR ÁRVORE DE DECISÃO . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3664

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>