DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE ÁREAS DO ENTORNO DE 51 NASCENTES LOCALIZADAS NO MUNICIPIO DE LAVRAS, MG

Autores

  • Regiane Faria
  • Soraya Botelho
  • Luciana Souza

Palavras-chave:

nascente, diagnóstico, recuperação

Resumo

A recuperação da vegetação no entorno de nascentes é importante para a
manutenção da qualidade e quantidade da água. Nos casos em que as nascentes
encontram-se degradadas e/ou perturbadas faz-se necessário a recomposição do
ecossistema. Nesses casos, é fundamental um bom diagnóstico e, para tanto, foi
elaborado um modelo de caracterização do nível de conservação dessas áreas. O
trabalho teve como objetivo elaborar um modelo de caracterização do entorno de
nascentes e testá-lo visando caracterizar essas áreas quanto ao estado de
conservação. Foram avaliadas 51 nascentes quanto às formas de uso do solo,
estado de conservação da vegetação ripária e estado de conservação do solo e
aparência da água. Os resultados mostraram que 52,94% das nascentes foram
classificadas como degradadas, 45,1% como muito perturbadas e 3,9% das áreas
foram classificadas como pouco perturbadas. Nenhuma área foi classificada como
conservada. O modelo poderá ser usado como uma ferramenta capaz de auxiliar a
definição de tecnologias voltadas à recuperação e proteção de nascentes. Todavia,
esse modelo propicia uma visão básica sobre o estado de conservação da área e
não impede que outras técnicas de diagnóstico sejam empregadas.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Faria, R. ., Botelho, S. ., & Souza, L. . (2012). DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE ÁREAS DO ENTORNO DE 51 NASCENTES LOCALIZADAS NO MUNICIPIO DE LAVRAS, MG. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3641

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>