COMPOSIÇÃO QUÍMICA E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL FUNGICIDA DO ÓLEO ESSENCIAL DE Plectranthus amboinicus SOBRE Fusarium solani UENF/163 DA GOIABEIRA

Autores

  • Tatiane Paulino Cruz
  • João Batista Pavessi
  • Fábio Alves
  • Lilianne Silva
  • Adilson Costa

Palavras-chave:

atividade fungicida, goiabeira, hortelã pimenta, óleo volátil

Resumo

Devido a grande pressão da sociedade por produtos mais saudáveis, livres de
produtos químicos e com aumento da importância econômica dos óleos essenciais,
objetivou-se, com este trabalho, determinar a composição química e avaliar os
efeitos fungitóxicos do óleo essencial de hortelã pimenta sobre o fitopatógeno
Fusarium solani UENF/163. O óleo essencial foi obtido por hidrodestilação,
utilizando um aparelho tipo Clevenger, e o seu rendimento (0,40%) foi determinado
em relação à massa seca da planta. As análises de cromatografia gasosa e
cromatografia gasosa com detector de massas do óleo essencial levaram à
identificação de oito compostos, sendo o timol o componente marjoritário
representando 95,3%. Para avaliar o efeito do óleo essencial no crescimento micelial
e esporulação do fungo, foram utilizadas alíquotas de 5; 10; 15; 20; 25 e 30 µL do
óleo de hortelã pimenta que foram distribuídas na superfície do meio de cultura BDA
antes da repicagem do fungo. Os resultados indicaram que o óleo essencial de
hortelã pimenta a partir da alíguota de 10 µL inibiu em 100% o crescimento micelial e
a esporuação do F. solani UNEF/163.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Cruz, T. P., Pavessi, J. B. ., Alves, F. ., Silva, L. ., & Costa, A. . (2012). COMPOSIÇÃO QUÍMICA E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL FUNGICIDA DO ÓLEO ESSENCIAL DE Plectranthus amboinicus SOBRE Fusarium solani UENF/163 DA GOIABEIRA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3621

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)