COMPARAÇÃO DA EXATIDÃO DAS ESTIMATIVAS VOLUMÉTRICAS EM UM POVOAMENTO DE EUCALYPTUS GRANDIS ENTRE DOIS MÉTODOS ASSISTIDOS: PRODAN E QUADRANTES

Autores

  • Fernando Santos
  • Wallisom Andrade
  • Josimar Araújo
  • Fabiano Santos

Palavras-chave:

Inventário florestal, amostra, métodos de amostragem, volume

Resumo

Objetivou-se neste estudo comparar a exatidão das estimativas volumétricas,
utilizando os métodos de Quadrantes e Prodan. O estudo foi realizado em um
povoamento de Eucalyptus grandis com 8 anos de idade localizado no Instituto
Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus São João
Evangelista-MG, com área aproximadamente de 3,48 ha, inventariado pelos dois
métodos de amostragem, para um erro máximo admitido de 20% da média do
volume e 5% de significância. Foram instalados aleatoriamente 10 pontos de
amostragem, utilizando-se o método de Quadrantes e Prodan. A variável mensurada
para utilização nos dois processos de amostragem foram os DAP’s, qualificados de
acordo com o interesse para aplicação dos métodos. Os resultados demonstraram
ser mais eficiente o inventário conduzido pelo método de Quadrantes, pois
apresentou um erro de amostragem de 13,81%, enquanto o método de Prodan
apresentou-se mais oneroso, com um erro de amostragem de 18,73%.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Santos, F. ., Andrade, W. ., Araújo, J. ., & Santos, F. . (2012). COMPARAÇÃO DA EXATIDÃO DAS ESTIMATIVAS VOLUMÉTRICAS EM UM POVOAMENTO DE EUCALYPTUS GRANDIS ENTRE DOIS MÉTODOS ASSISTIDOS: PRODAN E QUADRANTES. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3618