AVALIAÇÃO HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE LINGUIÇAS TIPO FRESCAL PRODUZIDAS ARTESANALMENTE NA REGIÃO NOROESTE DO PARANÁ

Autores

  • Luiz Sérgio Merlini
  • Ivan Begotti
  • Natalie Merlini
  • Isabel Cristina Caetano

Palavras-chave:

linguiça frescal, análises microbiológicas, qualidade

Resumo

Alimentos intensamente manipulados, como as linguiças mistas do tipo frescal são
frequentemente responsáveis pela veiculação de enfermidades transmitidas por
alimentos. Com o presente trabalho, objetivou–se avaliar a qualidade higiênico–
sanitária de 40 amostras de linguiças tipo frescal comercializada no município de
Umuarama- PR., em função do potencial risco que estes produtos representam para
a saúde pública. As amostras foram adquiridas aleatoriamente no município
Umuarama – PR. Foram realizadas as seguintes análises microbiológicas:
coliformes termotolerantes (colimetria), quantificação e identificação bioquímica de
Staphylococcus coagulase positiva e Salmonella spp. Os valores para contaminação
por coliformes termotolerantes encontraram-se em 20 (50%) das amostras fora do
padrão estabelecido pela legislação vigente, acima de 103
NMP/g. Em 15 amostras
(37,5%)% das amostras analisadas foi detectado Staphylococcus coagulase positiva
acima do limite estabelecido pela legislação vigente. Não foi detectada a presença
de Salmonella spp. em nenhuma das amostras. Nas condições em que o trabalho foi
realizado, baseando-se no número de amostras analisadas, na metodologia utilizada
e nos resultados obtidos pode-se concluir que: comparando a qualidade higiênicosanitária das amostras de linguiças frescais pesquisadas estas apresentaram risco à
saúde pública, de acordo com a RDC n 12 da ANVISA.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Como Citar

Merlini, L. S. ., Begotti, I. ., Merlini, N. ., & Caetano, I. C. . (2012). AVALIAÇÃO HIGIÊNICO-SANITÁRIA DE LINGUIÇAS TIPO FRESCAL PRODUZIDAS ARTESANALMENTE NA REGIÃO NOROESTE DO PARANÁ . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 8(15). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3608

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>