CHLAMYDOPHILA PSITTACI EM AVES SILVESTRES E EXÓTICAS: UMA REVISÃO COM ÊNFASE EM SAÚDE PÚBLICA

Autores

  • Tassia Cristina Vasconcelos
  • Denise Nogueira
  • Virgínia Pereira
  • Elmiro Nascimento
  • Sávio Bruno

Palavras-chave:

aves, clamidiose, doenças de aves

Resumo

Chlamydophila psittaci é uma bactéria intracelular obrigatória que pode ser
altamente contagiosa e gerar Clamidiose tanto em animais como em humanos.
Possui sete genótipos aviários, sendo todos zoonóticos. Em aves, produz uma
infecção de caráter sistêmico, incluindo alterações como conjuntivite, enterite,
aerossaculite, pneumonia e hepatoesplenomegalia. A detecção desse agente ou a
presença de anticorpos contra ele foram descritas em pelo menos 469 espécies de
aves. A sua importância em saúde pública se dá pelo convívio humano com aves ou
com o ambiente contaminado por seus excrementos. A infecção em seres humanos
pode variar desde uma pneumonia intersticial a encefalite, tendo, portanto, a
infecção aviária, grande relevância sanitária. Esta revisão apresenta características
do agente bacteriano e seu processo infeccioso, com uma abordagem enfática
quanto às suas consequências no tocante à Saúde Pública.

Downloads

Publicado

2013-07-01

Como Citar

Vasconcelos, T. C., Nogueira, D. ., Pereira, V. ., Nascimento, E. ., & Bruno, S. . (2013). CHLAMYDOPHILA PSITTACI EM AVES SILVESTRES E EXÓTICAS: UMA REVISÃO COM ÊNFASE EM SAÚDE PÚBLICA . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 9(16). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3559

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>