PERDAS ECONÔMICAS DECORRENTES DO TRANSPORTE DE SUÍNOS EM MATO GROSSO DO SUL: estudo de caso

Autores

  • Rodrigo Santos
  • João Gilberto Reis
  • Sivanilza Machado
  • Rodrigo Jordan
  • Rone Oliveira
  • Giselle Moura

Palavras-chave:

Rede de suprimentos, Produção de Suínos, Transporte, Perdas econômicas

Resumo

O Brasil encontra-se entre os maiores produtores de carne suína do mundo,
entretanto sua competitividade tem sido prejudicada pela falta de cooperação entre
os atores da rede de suprimentos e as perdas decorrentes do processo de
produção. Essas perdas impactam nos custos de produção e no valor do produto
final ao mercado consumidor. Desse modo, faz se necessário um pensamento
sistêmico da cadeia produtiva ao longo de toda sua rede de suprimentos. Um
processo que influência diretamente nesse pensamento sistêmico é o transporte
realizado entre o produtor rural e a agroindústria. Atualmente as perdas ocorridas
por mortalidade e condenações de carcaça, devido às operações de transporte, são
significativas e impactam diretamente no produtor. Dessa forma, esse artigo analisa
essas operações de transporte para realizar uma discussão dos problemas
encontrados e possíveis soluções. Para quantificar as perdas econômicas
decorrentes desse processo, fez-se uma análise financeira do ponto de vista de três
pontos da rede: produtor, frigorífico e varejo. Os dados foram coletados de uma
Granja do Estado de Mato Grosso do Sul. Os resultados demonstram que as perdas
de 14% encontradas na Granja podem representar aproximadamente uma perda de
receita de R$ 250.000,00 por ano para rede de suprimentos suinícola envolvida.

Downloads

Publicado

2013-07-01

Como Citar

Santos, R., Reis, J. G. ., Machado, S. ., Jordan, R. ., Oliveira, R. ., & Moura, G. . (2013). PERDAS ECONÔMICAS DECORRENTES DO TRANSPORTE DE SUÍNOS EM MATO GROSSO DO SUL: estudo de caso . ENCICLOPEDIA BIOSFERA, 9(16). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3476

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>