DINÂMICA ESPAÇO-TEMPORAL DO FOGO ENTRE 1999 A 2009 NO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS VEADEIROS

Autores

  • Marilú Alves
  • Eraldo Matricardi
  • Reginaldo Sérgio Pereira

Palavras-chave:

Incêndios florestais, sensoriamento remoto, unidades de conservação

Resumo

As Unidades de Conservação são fundamentais para a conservação do Bioma
Cerrado, formando ilhas de proteção ambiental e da biodiversidade. Apesar disso,
tais Unidades sofrem a cada ano com diversos eventos de natureza antrópica,
incluindo os desmatamentos e incêndios florestais. No Parque Nacional da Chapada
dos Veadeiros (PNCV), estado de Goiás, os incêndios florestais é o principal
problema para sua conservação. O presente estudo buscou entender melhor a
dinâmica espacial e temporal dos incêndios florestais ocorridos no PNCV e em seu
entorno, no período entre 1999 e 2009, utilizando imagens Landsat. Mapas das
áreas queimadas e do uso e cobertura da terra foram produzidos a partir da
interpretação visual das imagens de satélite. Os resultados revelaram que no
período de estudo, os anos de 2000 e 2007 foram os que apresentaram maior área
atingida por incêndios florestais. Em sua maioria, os incêndios ocorreram nas
proximidades das bordas do Parque, formando áreas contíguas com as áreas
queimadas em propriedades privadas do entorno do Parque, indicando associações
entre incêndios dentro do PNVC e as queimas para fins agropecuários fora do
parque. As áreas de vegetação nativa foram mais afetadas pelos incêndios florestais
no entorno do Parque, sugerindo que o fogo é controlado apenas dentro dos limites
de áreas privadas de uso agropecuário, atingindo irrestritamente o Cerrado em áreas
adjacentes.

Downloads

Publicado

2013-07-01

Como Citar

Alves, M. ., Matricardi, E. ., & Pereira, R. S. . (2013). DINÂMICA ESPAÇO-TEMPORAL DO FOGO ENTRE 1999 A 2009 NO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS VEADEIROS. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 9(16). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3401

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)