BALANÇO E EXTRAÇÃO DE FÓSFORO E POTÁSSIO NO SOLO SOB SISTEMA PLANTIO DIRETO NO PARAGUAI

Autores

  • Diego Fois
  • Telmo Jorge Amado
  • Rafael Bortolotto
  • Douglas Nora
  • Tiago Teixeira

Palavras-chave:

Culturas de grãos, semeadura direta, nutrientes, fertilidade

Resumo

As culturas de soja, milho e trigo ocupam atualmente 70% da área agrícola no
Paraguai, com crescente consumo de fertilizantes. O objetivo deste trabalho foi
analisar o balanço e evolução temporal de fósforo e potássio em três solos no
sistema plantio direto no Paraguai. Os experimentos foram conduzidos nos
departamentos de Itapúa, Alto Paraná e Misiones, com diferentes texturas e níveis
de fertilidade, no período de 2003 a 2006. O delineamento foi de blocos ao acaso,
com três repetições. Para P, aplicaram-se 0, 50, 100, 200 e 400 kg ha-1 de P2O5
como doses de criação e, 0, 40, 80 e 120 kg ha-1 de P2O5 como de manutenção.
Para K foram utilizadas as doses de 0, 25, 75 e 100 kg ha-1 de K2O. Determinaramse a produtividade das culturas, os rendimentos relativos, o balanço e a evolução
temporal de P e K no solo. A soja e o milho foram às culturas maiores extratoras de
P e K em media com 40 e 46% do total exportado. Houve correlação entre as
produtividades das culturas e o saldo de P em Alto Paraná e Misiones, a exceção de
Itapúa. Não houve correlação entre os rendimentos relativos e o saldo de K em
nenhum dos locais estudados.

Downloads

Publicado

2013-07-01

Como Citar

Fois, D. ., Amado, T. J. ., Bortolotto, R. ., Nora, D. ., & Teixeira, T. . (2013). BALANÇO E EXTRAÇÃO DE FÓSFORO E POTÁSSIO NO SOLO SOB SISTEMA PLANTIO DIRETO NO PARAGUAI. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 9(16). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3376

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)