ANÁLISE DE AGRUPAMENTO APLICADO NO CRESCIMENTO DIAMÉTRICO DE FLORESTAS

Autores

  • Ângelo Augusto Ebling
  • Simone Abrão
  • Allan Pelissari
  • Rogério Bamberg
  • Alexandre Behling

Palavras-chave:

Análise multivariada, floresta nativa, incremento diamétrico

Resumo

Florestas heterogêneas e multiâneas apresentam desafios relacionados a criar
padrões acerca de seus parâmetros. Técnicas de análise multivariada podem
auxiliar na formalização de grupos cujas características amostradas sejam
semelhantes, que constituem de unidades, facilitando sua aplicação em prognoses
ou direcionamento de projetos relacionados a silvicultura, manejo florestal e fixação
de biomassa. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo realizar a análise
de agrupamento de espécies arbóreas de uma floresta, tendo como parâmetro o
incremento diamétrico. Para isso, foram selecionadas árvores inseridas em 10
parcelas de 100x100m, com diâmetro a altura do peito (1,30 m) maior ou igual a 9,5
cm (DAP≥9,5cm), localizadas na Floresta Nacional de São Francisco de Paula, RS.
Os dados foram coletados anualmente, por meio de inventário florestal com
repetição total, em um período de 10 anos. A técnica da análise de agrupamento se
mostrou eficaz para formalizar grupos de crescimento semelhantes, sendo
encontrados 3 grupos com características distintas entre si. A maior homogeneidade
dentro de cada grupo, favorece a sua utilização para gerar estimativas relativas aos
processos dinâmicos da floresta, bem como, definir grupos de espécies com maior
potencial de incremento.

Downloads

Publicado

2013-07-01

Como Citar

Ebling, Ângelo A. ., Abrão, S., Pelissari, A. ., Bamberg, R. ., & Behling, A. . (2013). ANÁLISE DE AGRUPAMENTO APLICADO NO CRESCIMENTO DIAMÉTRICO DE FLORESTAS. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 9(16). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3346

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>