A IMPORTÂNCIA DO EXAME CITOPATOLÓGICO NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DO COLO UTERINO

Autores

  • Temilde Santos
  • Murilo Silveira
  • Hânstter Rezende

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Câncer de colo uterino, Exame citopatológico

Resumo

O câncer de colo uterino acomete principalmente mulheres na idade reprodutiva,
principalmente e constitui grave problema de saúde pública, devido ao alto índice de
mortalidade, provocada pelo diagnóstico tardio. O objetivo geral deste estudo é
abordar sobre a importância do exame citopatológico (teste de Papanicolau) para a
prevenção do câncer de colo uterino. O estudo foi conduzido por meio de pesquisa
bibliográfica, com material encontrado nas bases de dados da Biblioteca Virtual de
Saúde, totalizando 20 artigos, publicados entre 2012 e 2017, em língua portuguesa;
na íntegra; disponíveis; e diretamente relacionados ao tema. A leitura e análise dos
artigos mostraram que o conhecimento das mulheres brasileiras sobre a prevenção
do câncer de colo uterino é baixo e está relacionado com a situação
sociodemográfica, econômica e cultural. A Atenção Primária à Saúde oferece o
exame citopatológico de forma gratuita, mas nem sempre consegue a adesão das
mulheres, sendo relevantes as crenças e mitos sobre o câncer de colo uterino e o
exame preventivo. Assim, o enfermeiro tem importante papel junto a essa
população, principalmente no que se refere à educação em saúde, de forma a
mudar conceitos e conseguir ampla cobertura para a realização da prevenção. O
enfermeiro precisa aliar o conhecimento à prática, ter estrutura física, organização
de trabalho adequada e oferecer atendimento humanizado às mulheres, sendo o
acolhimento e a informação as principais estratégias de abordagem, de forma a
obter adesão plena ao exame preventivo do câncer de colo uterino.

Downloads

Publicado

2019-06-30

Como Citar

Santos, T. ., Silveira, M. ., & Rezende, H. . (2019). A IMPORTÂNCIA DO EXAME CITOPATOLÓGICO NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DO COLO UTERINO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 16(29). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/319