PAPEL DA PROTEÍNA P53 NA PROLIFERAÇÃO NEOPLÁSICA

Autores

  • Vanessa Pimenta
  • Yandra Cassia Prado
  • Danilo Silva
  • Patrícia Machado
  • Eugênio Araújo

Palavras-chave:

Apoptose, prognóstico, supressão de tumor, terapia do câncer

Resumo

A proteína p53, relacionada ao bloqueio do ciclo celular, possui funções biológicas e
importância no estudo do câncer, pois suas alterações estão associadas ao
desenvolvimento de neoplasias. Nesta revisão foram reunidas informações
importantes sobre a p53, em especial sua ação na supressão das neoplasias,
relação com outros genes e funções na terapia anticâncer. O gene TP53 é
responsável por codificar a proteína p53, cuja expressão é baixa na ausência de
estresse celular. No entanto, pode sofrer mutações e ser alterada por outros genes.
A análise e a interpretação desta proteína podem ser úteis no diagnóstico precoce
do câncer e no prognóstico dessas lesões. Ademais, restaurar a função da p53 tem
sido uma esperança para o desenvolvimento de novos agentes antineoplásicos.

Downloads

Publicado

2013-12-01

Como Citar

Pimenta, V. ., Prado, Y. C. ., Silva, D. ., Machado, P. ., & Araújo, E. . (2013). PAPEL DA PROTEÍNA P53 NA PROLIFERAÇÃO NEOPLÁSICA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 9(17). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/3178

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4 > >>