ESTUDO DA RELAÇÃO ENTRE SANEAMENTO BÁSICO E A INCIDÊNCIA DE DOENÇAS NA BAHIA – UMA ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE 2002, 2007 E 2012

Autores

  • Elfany Lopes
  • Mariane Costa
  • Luane Nunes
  • Agnaildo Santos
  • Marcelo Inácio Ferraz

Palavras-chave:

Água, Esgoto, Enfermidades, Meio Ambiente

Resumo

Objetivou-se neste estudo, analisar a relação entre as condições de saneamento
básico e a incidência de doenças no estado da Bahia, nos períodos de 2002, 2007 e
2012. Utilizou-se dados secundários do Plano Nacional de Amostragem por
Domicílios para 2012 e do Sistema de Informações da Saúde, para levantamentos
de dados de saneamento básico e da incidência de doenças, respectivamente.
Aplicou-se o Teste de Qui Quadrado, a partir do software R, para testar a evolução
do saneamento básico ao longo dos períodos analisados, e após triagem no
DATASUS, realizou-se uma análise descritiva das doenças associadas ao
respectivo saneamento. Observou-se diferença significativa para o número de casas
com água canalizada, obtenção de água, assim como, no sistema de escoadouro e
na coleta de resíduos sólidos. Dentre as doenças trabalhadas neste estudo,
observou-se maior incidência de dengue e a redução de hepatites virais tipo A/E,
esquistossomose e leptospirose. Embora tenha ocorrido à redução da maioria das
doenças, a deficiência da rede coletora no estado, sugere a associação dos casos
existentes à ineficiência do saneamento básico na Bahia e a necessidade de
programas de educação ambiental e de educação em saúde a fim de conscientizar a
população para a deposição regular de resíduos e a prevenção de doenças.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Lopes, E. ., Costa, M. ., Nunes, L. ., Santos, A. ., & Ferraz, M. I. (2014). ESTUDO DA RELAÇÃO ENTRE SANEAMENTO BÁSICO E A INCIDÊNCIA DE DOENÇAS NA BAHIA – UMA ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE 2002, 2007 E 2012. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2972

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)