O ENSINO DE BOTÂNICA NA REDE PÚBLICA ESCOLAR DE SEIS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO DO MARAJÓ, PARÁ, BRASIL

Autores

  • Rogério Silva
  • Ana Cláudia Tavares-Martins
  • Flávia Cristina Lucas
  • Alcindo Martins Junior
  • Ivanete Palheta

Palavras-chave:

Biodiversidade, conteúdos botânicos, ensino de biologia, modalidade didática

Resumo

Este trabalho objetivou analisar as dificuldades encontradas pelos professores de
Biologia no desenvolvimento das aulas de Botânica, em escolas públicas de Ensino
Médio de seis municípios do Marajó (Soure, Salvaterra, Cachoeira do Ararí, Santa
Cruz do Ararí, Portel e Muaná). O arquipélago marajoara, localizado na região
amazônica é considerado um ambiente de expressiva diversidade vegetal. Como um
“laboratório natural vivo” de elevado potencial pedagógico, abriga diferentes
ecossistemas que podem ser explorados pelos professores de Biologia nas aulas de
botânica. Tais condições tornam viáveis o estabelecimento de um processo de
ensino-aprendizagem contextualizado com a realidade das comunidades locais. A
observação participante e a aplicação de questionários semi-estruturados revelou
que as aulas práticas só ocorrem quando há laboratório nas escolas e a aula
expositiva é a principal modalidade didática adotada. Os conteúdos são vistos de
maneira rápida e superficial distantes do contexto em que os alunos estão inseridos.
São ministradas aulas teóricas tradicionais deixando-se de lado as aulas práticas em
ambientes naturais que são de suma importância para o ensino de botânica e que
têm amplas possibilidades de serem realizadas nessa região.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Silva, R. ., Tavares-Martins, A. C. ., Lucas, F. C. ., Martins Junior, A. ., & Palheta, I. . (2014). O ENSINO DE BOTÂNICA NA REDE PÚBLICA ESCOLAR DE SEIS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO DO MARAJÓ, PARÁ, BRASIL. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2947