MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO: UM ESTUDO NO BRASIL E EM PORTUGAL

Autores

  • Edival Teixeira
  • Ederson Henrique Machado
  • Jaqueline Franceschetto

Palavras-chave:

Ambiente, Educação ambiental, representações sociais

Resumo

As representações sociais se referem a cognições que se manifestam em
conceitos, explicações e afirmações originadas no cotidiano, através dos processos
de comunicação interindividual, e que têm a capacidade de orientar condutas. O
presente artigo relata estudo que teve por objetivo identificar e comparar as
representações sociais sobre ambiente e sobre educação ambiental de estudantes
de cursos de formação de professores em universidades brasileiras e portuguesas.
Os dados foram colhidos através de um questionário composto por duas questões
de evocação livre cujos termos indutores eram “meio ambiente” e “educação
ambiental” e questões dissertativas. A análise foi realizada conforme os
procedimentos para identificação do núcleo central das representações sociais. No
que diz respeito às representações sociais sobre meio ambiente, os resultados
apontam para diferenças entre os grupos. Os estudantes brasileiros realçam a
necessidade de preservar o ambiente, ao passo que os estudantes portugueses
destacam a necessidade de reciclar materiais. Essa diferença repercute nas
respectivas representações sociais de ambos os grupos sobre educação ambiental.
Assim, enquanto os estudantes brasileiros falam em conscientizar para preservar os
recursos naturais, os portugueses falam em ensinar a preservar, a respeitar, a não
poluir e a reciclar. Ambos os grupos, portanto, têm atitudes diferentes: de preservar,
não usar ou usar bem (Brasil) ou de reciclar o que já foi usado (Portugal).

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Teixeira, E. ., Machado, E. H. ., & Franceschetto, J. . (2014). MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO: UM ESTUDO NO BRASIL E EM PORTUGAL. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2946

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)