CONSTRUÇÃO DE MODELO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE BIOLOGIA: MEIOSE E VARIABILIDADE GENÉTICA

Autores

  • Francisco José Olmo
  • Claudio Sergio Marinato
  • Anderson Gadioli
  • Robson Silva

Palavras-chave:

genética, modelo didático, variabilidade

Resumo

O entendimento de temas de Biologia como a meiose e a variabilidade genética
pelos alunos é o grande desafio dos professores de Biologia. Metodologias
alternativas estimulam a integração entre o conteúdo e as atividades práticas,
estimulando o processo de aprendizagem. Este artigo propõe o uso de um modelo
didático no processo de ensino-aprendizagem de biologia com enfoque principal no
papel da meiose para a variabilidade genética. Para a confecção do modelo foram
escolhidos materiais com baixo custo, fácil acesso, durabilidade, facilidade na
confecção e no manuseio. Placas de EVA foram recortadas reproduzindo modelos
de cromossomos. Posteriormente os cromossomos foram pintados de cores
diferentes e neles foram fixados ímãs. Em seguida os modelos de cromossomos
foram fixados em uma placa de aço presa em uma parede. A utilização desse
modelo didático mostrou-se como uma importante estratégia integradora que
despertou o interesse e a discussão, facilitando a assimilação de assuntos
relacionados ao tema por parte dos alunos, como o pareamento ao acaso dos
cromossomos homólogos durante a meiose e a variabilidade genética das espécies,
que para a maioria dos alunos era algo abstrato.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Olmo, F. J. ., Marinato, C. S. ., Gadioli, A. ., & Silva, R. . (2014). CONSTRUÇÃO DE MODELO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE BIOLOGIA: MEIOSE E VARIABILIDADE GENÉTICA. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2942