FLORA FANEROGÂMICA DO SÍTIO SANTO INÁCIO, MERUOCA-CE

Autores

  • Francisco Diego Santos
  • Samara Sousa
  • José Elton Nascimento
  • Lúcia Betânia Andrade
  • Marlene Figueiredo

Palavras-chave:

Diversidade, Flora, Serra da Meruoca

Resumo

O levantamento florístico é essencial para o conhecimento da flora e dos principais
tipos de vegetação, fornecendo informações para o desenvolvimento de estudos
mais detalhados. A cobertura vegetal do Ceará é dividida em 11 unidades
fitoecológicas, podendo-se citar a caatinga, tipo de vegetação de maior ocorrência
no estado. Dentre estas unidades fitoecológicas, o Ceará possui áreas de altitudes
acidentadas (serras) onde predomina a mata úmida nos chamados enclaves
vegetacionais. A área de estudo localiza-se em uma região de altitude, nomeada por
Sítio Santo Inácio, Meruoca-CE. O objetivo desse trabalho foi reconhecer a flora
fanerogâmica de um enclave úmido na região semiárida. O trabalho foi realizado no
período de novembro de 2012 a outubro de 2013. Semanalmente foram efetuadas
coletas de amostras de plantas férteis, posteriormente foram herborizadas e
identificadas com auxílio de literatura especializada. Foram registradas 150 espécies
distribuídas em 114 gêneros e 29 famílias botânicas. Fabaceae (38) e Asteraceae
(18) destacaram-se como as famílias botânicas de maior diversidade biológica em
número de espécies, seguidas de Euphorbiaceae (13), Malvaceae (11),
Convolvulaceae (08), Apocynaceae (06), Lamiaceae (06) e Rubiaceae (05). Mimosa
L. foi o gênero mais representativo em número de espécies da família Fabaceae. De
acordo com os resultados obtidos, a flora do Sítio Santo Inácio evidenciou uma
diversidade florística bem significativa e espécies com uma considerável distribuição
geográfica no Brasil.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Santos, F. D., Sousa, S. ., Nascimento, J. E., Andrade, L. B. ., & Figueiredo, M. . (2014). FLORA FANEROGÂMICA DO SÍTIO SANTO INÁCIO, MERUOCA-CE. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2925