ZYGNEMAPHYCEAE DO CÓRREGO QUINERA – PARQUE NACIONAL DE CHAPADA DOS GUIMARÃES/MT: ESTUDO QUALITATIVO E QUANTITATIVO

Autores

  • Luany Fonseca
  • Maria Aparecida Alves
  • Luciana Silva
  • Neiva Rodrigues
  • Ana Cecília Pinillos

Palavras-chave:

ambiente lótico, bacia hidrográfica urbana, Zygnemaphyceae

Resumo

Existe uma carência de ficólogos na região Centro Oeste e os trabalhos taxonômicos
de algas encontram-se escassos no estado de Mato Grosso. Esses fatores,
somados a preocupação de catalogar espécies antes que desapareçam, pois as
atividades antrópicas têm acelerado a degradação do meio ambiente, alicerçam o
objetivo desta pesquisa. A pesquisa objetivou realizar análises qualitativa e
quantitativa do fitoplâncton da Classe Zygnemaphyceae, habitantes do córrego
Quinera, nas dependências do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, Mato
Grosso, visando contribuir ao inventário de algas do Município, pois publicações
sobre taxonomia de algas que contemplam este local foram registradas há mais de
20 anos. Foram inventariados 21 táxons de Zygnemaphyceae fitoplanctônicas,
sendo a família mais representativa Desmidiaceae. O gênero Hyalotheca dissiliens
foi o mais abundante em ambos os pontos de amostragem.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Fonseca, L. ., Alves, M. A. ., Silva, L. ., Rodrigues, N. ., & Pinillos, A. C. . (2014). ZYGNEMAPHYCEAE DO CÓRREGO QUINERA – PARQUE NACIONAL DE CHAPADA DOS GUIMARÃES/MT: ESTUDO QUALITATIVO E QUANTITATIVO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2912

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>