VISUALIZAÇÃO DA FRAGILIDADE AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE FREDERICO WESTPHALEN (RS) COM A UTILIZAÇÃO DE GEOTECNOLOGIAS

Autores

  • Manoela Duarte
  • Bruna Vasconcellos
  • Lueni Terra
  • Enio Giotto

Palavras-chave:

Degradação ambiental, Geoprocessamento, Landsat 8

Resumo

O presente trabalho objetiva diagnosticar e mapear as áreas de fragilidade ambiental
existentes no município de Frederico Westphalen – RS, a partir da utilização de
geotecnologias. Utilizou-se o método baseado na compreensão das características e
da dinâmica do ambiente natural, por meio da análise empírica da fragilidade dos
ambientes naturais antropizados. Para essa determinação, foram utilizadas
informações sobre declividade, tipo e uso do solo, posteriormente foram atribuídos
pesos de importância para cada um dos fatores e gerados mapas de fragilidade
potencial e emergente. Os resultados apontaram que a fragilidade potencial está em
maior proporção inserida nas classes média (54,6%) e alta (31,2%) da área total.
Ainda, mostrou que a fragilidade emergente compreende, em sua maioria, áreas
com fragilidades classificadas como muito baixa e baixa, representadas por 39,0 e
54,6 % da área total. O estudo é uma importante ferramenta para a análise
ambiental e recomenda-se que ele seja utilizado em planejamentos municipais,
possibilitando um melhor gerenciamento do meio natural.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Duarte, M. ., Vasconcellos, B. ., Terra, L. ., & Giotto, E. . (2014). VISUALIZAÇÃO DA FRAGILIDADE AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE FREDERICO WESTPHALEN (RS) COM A UTILIZAÇÃO DE GEOTECNOLOGIAS. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2910

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)