USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE CUPUAÇUZEIRO

Autores

  • Vinicius Santos
  • Rafael Alves
  • Gerlane Melo
  • Sebastião Martins Filho

Palavras-chave:

Theobroma grandiflorum, fruteira nativa, vigor, desenvolvimento inicial

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de diferentes substratos para
produção de mudas de Cupuaçu. O experimento foi realizado em Belém-PA, no
viveiro de produção de mudas da Embrapa Amazônia Oriental. O delineamento
experimental foi inteiramente ao acaso, no esquema fatorial 6x4, seis composições
de substratos e quatro cultivares de cupuaçuzeiro (Coari, Codajás, Manacapuru e
Belém), com vinte plantas por parcela. Os substratos utilizados foram: cama de
aviário, esterco bovino, esterco ovino, húmus de minhoca, torta de mamona e um
fertilizante mineral (controle). Foram analisadas as seguintes variáveis: altura de
plantas (cm), diâmetro na altura do colo (mm), número de folhas, massa fresca e
seca da raiz (g) e massa fresca e seca da parte aérea (g). Dentre os adubos
orgânicos utilizados, a cama de aviário e húmus de minhoca foram os que
promoveram os melhores desenvolvimentos médios em mudas enviveiradas de
cupuaçuzeiro, tendo um comportamento similar à utilização de adubação mineral. As
mudas procedentes de sementes das cultivares Manacapuru e Codajás
apresentaram desenvolvimento precoce, podendo ser priorizadas no preparo de
porta-enxerto do cupuaçuzeiro. O uso do substrato húmus de minhoca na cultivar
Manacapuru produziu mudas mais vigorosas. As variáveis altura da planta, diâmetro
do colo e número de folhas melhor discriminaram os substratos em relação a cada
cultivar de cupuaçuzeiro.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Santos, V. ., Alves, R. ., Melo, G., & Martins Filho, S. . (2014). USO DE DIFERENTES SUBSTRATOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE CUPUAÇUZEIRO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2898