RESISTÊNCIA À PENETRAÇÃO EM SOLO SOB SISTEMA INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA, PASTO CONVENCIONAL E MATA NATIVA DO CERRADO

Autores

  • Arthur Santana
  • Evaldo Ferreira
  • Luanna Guimarães
  • Francine Calil
  • Ho Tsai

Palavras-chave:

Ciências agrárias, Física do Solo, Meio ambiente rural

Resumo

A resistência à penetração (RP) de um solo está diretamente ligada com o manejo
em que é submetido. Os sistemas integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) são
essenciais na recuperação de pastagens degradadas, além de aumentar a
lucratividade do proprietário. O presente trabalho tem como objetivo principal avaliar
a RP de um solo sob diferentes tratamentos. Os tratamentos utilizados foram: entre
linhas de eucalipto, plantas de eucalipto e pastagem (sendo esses em sistema
iLPF), pasto convencional e mata nativa do Cerrado. Os resultados obtidos em
impactos dm-1 foram convertidos em resistência dinâmica. Os valores de RP para os
tratamentos foram diferentes de acordo com a profundidade. O pasto do iLPF
apresentou a maior RP, podendo isso ser explicado pelo pisoteio de animais na
área.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Santana, A. ., Ferreira, E. ., Guimarães, L. ., Calil, F. ., & Tsai, H. . (2014). RESISTÊNCIA À PENETRAÇÃO EM SOLO SOB SISTEMA INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA, PASTO CONVENCIONAL E MATA NATIVA DO CERRADO . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2876

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>