PRIAPISMO NÃO ISQUÊMICO SECUNDÁRIO A TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL EM UM CÃO – RELATO DE CASO

Autores

  • Melissa Santos
  • Victor Fernando Lima
  • Larissa Lourrane Jesus
  • Elaine Rodrigues
  • Leandro Rocha

Palavras-chave:

canino, neoplasia, obstrução venosa, pênis

Resumo

O priapismo é uma afecção rara em cães, em que há a oclusão do fluxo sanguíneo
do bulbo peniano. No presente relato, o paciente atendido apresentava essa
condição há cinco dias, sem comprometimento severo da irrigação sanguínea. O
protocolo terapêutico imediato consistiu na administração de opioide, compressa
gelada e assepsia da região. Para a terapia domiciliar foram prescritos prednisona e
cefalexina/metronidazol. Após 10 dias ocorreu o crescimento das lesões nodulares,
que adquiriram aspecto de TVT, o qual foi tratado com sulfato de vincristina. A
crioterapia e a massagem, associados à analgesia com tramadol são suficientes
para a redução do priapismo. O debridamento e o uso de cefalexina/metronidazol
são eficazes na eliminação da infecção e dos pontos necróticos, evitando sua
progressão. O glicocorticóide e o tratamento do TVT diminuem o estimulo excitatório
causado pela inflamação.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Santos, M. ., Lima, V. F., Jesus, L. L. ., Rodrigues, E. ., & Rocha, L. . (2014). PRIAPISMO NÃO ISQUÊMICO SECUNDÁRIO A TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL EM UM CÃO – RELATO DE CASO . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2845

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>