PRECISÃO E TEMPO DE OPERAÇÃO DE ALGUNS INSTRUMENTOS PARA MEDIR ALTURA DE ÁRVORES

Autores

  • Ximena Oliveira
  • Roberta Oliveira
  • Fernanda Maria Ramalho
  • Christian Cabacinha
  • Adriana Leandra Assis

Palavras-chave:

Altura total, hipsômetros, prancheta dendrométrica, relascópio, tempo

Resumo

Neste estudo avaliou-se a precisão e o tempo de operação de alguns instrumentos
(prancheta dendrométrica, relascópio de Bittelirch, hipsômetro laser e clinômetro
eletrônico) na obtenção da altura total. Os dados foram coletados em um
povoamento de clone de eucalipto (híbrido de Eucalyptus urophylla e Eucalyptus
grandis) com nove anos de idade, pertencente a uma empresa privada do município
de Turmalina-MG. As árvores foram selecionadas em diferentes classes diamétricas,
compreendida entre 9 a 24 cm de DAP, onde suas alturas totais foram mensuradas
com os instrumentos e o tempo necessário de medição obtido com um cronômetro.
Posteriormente, realizou-se o abate das árvores e a obtenção da altura real com
uma trena. Os resultados mostraram que apenas o hipsômetro laser gerou alturas
diferentes da altura real pelo Teste de Scott-Knott a 5%. Quanto ao tempo de uso, a
prancheta dendrométrica se destacou como o instrumento de menor tempo de
operação.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Oliveira, X. ., Oliveira, R., Ramalho, F. M. ., Cabacinha, C. ., & Assis, A. L. . (2014). PRECISÃO E TEMPO DE OPERAÇÃO DE ALGUNS INSTRUMENTOS PARA MEDIR ALTURA DE ÁRVORES. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2842

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>