MICRORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS E SUA RELAÇÃO COM O AUMENTO NA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS

Autores

  • Graziela Paludo

Palavras-chave:

Biomassa, Energia, Genética

Resumo

A preocupação com a disponibilidade de combustíveis fósseis vem se acentuando,
em toda parte surgem questões sobre a oferta de energia no futuro. A demanda por
matérias-primas alternativas para combustíveis e produtos químicos tem crescido,
impulsionado pelo alto preço do petróleo e esforços para reduzir as emissões
líquidas de dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa. Os biocombustíveis
constituem recursos com baixa toxicidade, biodegradáveis e renováveis, e estão
associados a vantagens ambientais uma vez que permitem a redução das emissões
de gases nocivos ao planeta e no panorama atual, representam uma alternativa
energética cada vez mais explorada. Atualmente, a biomassa é vista como a
principal fonte para atender a demanda mundial de energia primária. Nesta
perspectiva, a aposta no uso de microrganismos para melhorar a produção de
biocombustíveis apresenta-se como uma realidade cada vez mais significativa e em
franco desenvolvimento.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Paludo, G. . (2014). MICRORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS E SUA RELAÇÃO COM O AUMENTO NA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2830