LEVANTAMENTO DAS SEMENTES FLORESTAIS UTILIZADAS NA CONFECÇÃO DE ARTESANATO NO MUNICÍPIO DE ALTAMIRA, PARÁ

Autores

  • Jéssica Campos
  • Márcia Hamada

Palavras-chave:

Biojóias, diversidade, suvenir

Resumo

A utilização de sementes florestais tem sido considerada uma alternativa para a
exploração dos recursos naturais por gerarem renda para as comunidades sem
causar grande impacto à natureza. O presente trabalho teve por objetivo realizar o
levantamento das sementes florestais empregadas na confecção de artesanato no
município de Altamira, Pará. Para a coleta das informações, foram aplicados
questionários semiestruturados aos artesões e vendedores de sementes do
município. Foram coletadas amostras de sementes e feito registro fotográfico para
auxiliar na identificação em laboratório por método de comparação. Foram
encontradas 29 espécies distribuídas em sete famílias. As principais famílias
botânicas identificadas foram Fabaceae e Arecaceae com 13 e 11 espécies,
respectivamente. As espécies encontradas com maior frequência nos
estabelecimentos consultados foram açaí (Euterpe oleracea Mart.), inajá (Attalea
phalerata Mart. ex Spreng.) e seringa (Hevea brasiliensis (Willd. ex A. Juss.) Müll.
Arg.). Foi encontrada uma diversidade de sementes empregadas no artesanato,
porém, o mercado de sementes no município ainda está desorganizado, o quê
dificulta o processo de aquisição de sementes pelos artesãos. A atividade ainda
carece de maior valorização e apoio governamental.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Campos, J. ., & Hamada, M. (2014). LEVANTAMENTO DAS SEMENTES FLORESTAIS UTILIZADAS NA CONFECÇÃO DE ARTESANATO NO MUNICÍPIO DE ALTAMIRA, PARÁ. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2821

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)