INFLUÊNCIA DO TURNO DE REGA NA EFICIÊNCIA DO USO DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO E NA PRODUTIVIDADE DE PLANTAS DE ALFACE CULTIVADAS EM AMBIENTE PROTEGIDO

Autores

  • Leandro Salomão
  • Fernando Cantuário
  • Alexandre Igor Pereira
  • Thiago Schwerz
  • Wilson Dourado

Palavras-chave:

água, hortaliças, irrigação, manejo de irrigação

Resumo

O estudo da adoção de turno de rega fixo para as diversas hortaliças se faz
necessário para fins de efetuar um adequado manejo de irrigação e auxiliar na
melhor tomada de decisão no momento de efetuar as irrigações. Neste contexto há
necessidade de estudos que visam fornecer informações inerentes ao adequado
momento de efetuar a irrigação, sendo de fundamental importância para o êxito do
empreendimento agrícola irrigado. Dessa forma o presente trabalho foi desenvolvido
com o objetivo de avaliar a influência do turno de rega na produtividade e na
eficiência do uso da água na cultura da alface cv. Veronica. O experimento foi
conduzido em ambiente protegido na área experimental da Unidade Educacional de
Produção de Olericultura do Instituto Federal Goiano, Câmpus Urutaí, estado de
Goiás. Adotou-se o delineamento experimental em blocos casualizados com quatro
tratamentos (turnos de rega fixos de um, dois, três e quatro dias) e cinco repetições.
Os resultados demonstram que os turnos de rega de um e dois dias favoreceu o
desenvolvimento da cultura, podendo ser recomendado para outros cultivos.
Entretanto turnos de rega superiores a dois dias são prejudiciais a cultura.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

Salomão, L. ., Cantuário, F. ., Pereira, . A. I. ., Schwerz, T. ., & Dourado, W. . (2014). INFLUÊNCIA DO TURNO DE REGA NA EFICIÊNCIA DO USO DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO E NA PRODUTIVIDADE DE PLANTAS DE ALFACE CULTIVADAS EM AMBIENTE PROTEGIDO . ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 10(18). Recuperado de https://conhecer.org.br/ojs/index.php/biosfera/article/view/2815